O PROCESSO DE RECONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE FAMILIAR E DE SEUS MEMBROS DIANTE DO DIAGNÓSTICO DE AUTISMO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Valéria Luiza Campos Ribeiro
Andreia Queiroz Carniel

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo uma pesquisa bibliográfica sobre o tema a reconstrução da identidade familiar diante do autismo. Buscou-se levantar artigos científicos produzidos na literatura científica de janeiro de 2008 até o primeiro semestre de 2018. Como forma de pesquisa, foram utilizados os seguintes descritores para as buscas online: autismo, autismo e família, e ainda, autismo e identidade familiar. As fontes utilizadas para as buscas online foram as seguintes bibliotecas virtuais: BIREME, SciELO e BVS-Psi. Espera-se com este trabalho compreender através de revisão bibliográfica, como a família e seus membros redefinem seus papéis, diante das readaptações que implicam o diagnóstico e prognóstico do autismo. Os achados das pesquisas foram categorizados em conformidade com o tema investigado. Os tópicos relevantes discorridos pelos artigos foram o impacto do diagnóstico, desenvolvimento e crenças familiares, resiliência familiar e parental, reestruturação familiar e readaptação dos papéis e estressores. Os autores apontaram estratégias de enfrentamento diante do impacto do diagnóstico de autismo na família e a relevância de mais estudos para a comunidade científica.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos