ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DE MUDANÇAS COMPORTAMENTAIS EM SUJEITOS EM MODALIDADE DE TRABALHO REMOTO DURANTE A PANDEMIA: EXPERIÊNCIAS VIVIDAS

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Sandra Maria Tarossi Pollettini
Thais Tortosa
Joaquim Maria Ferreira Antunes Neto

Resumo

O presente estudo teve como objetivo investigar a dimensão do fenômeno da pandemia na influência comportamental de pessoas do segmento corporativo e administrativo que se encontram em home office (trabalho remoto). A metodologia empregada para o desenvolvimento do trabalho foi de natureza qualitativa, com foco na análise fenomenológica, visando buscar a compreensão de um determinado fenômeno interrogado, não se preocupando com explicações e generalizações. Estruturou-se a partir da formulação de uma pergunta central, aplicação de pesquisa qualitativa e análise de dados, que seguem os princípios de Merleau-Ponty, sendo: descrição, redução e compreensão. Por meio desta estratégia metodológica, extraiu-se do discurso do sujeito unidades de sentido que permitiram o levantamento dos dados necessários à discussão dos impactos gerados pela pandemia em possíveis alterações comportamentais do público alvo estabelecido. Chegou-se às tais unidades de sentido: arranjo laboral; adaptação; produtividade; ansiedade; medo; sobrecarga; perímetro trabalho versus vida pessoal; comunicação; fragilidade de vínculos; qualidade de vida. Percebeu-se, enfim, pelo desvelar das análises dos discursos, que a particularidade do trabalho remoto, concomitante com a condição da pandemia, potencializou medos, incertezas e dúvidas quanto ao futuro.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos