CLASSIFICAÇÃO DE ROBSON E SUA APLICAÇÃO NO MUNICÍPIO DE ESPÍRITO SANTO DO PINHAL: TAXA DE CESÁREAS E SUA PREVALÊNCIA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Tamara Cristina Pereira
Jaciana Gomes Pereira
Elaine Aparecida de Almeida
Gisele Acerra Biondo Pietrafesa
Benedito Cherbeu Dlessandre Oliveira

Resumo

Este é um artigo de pesquisa documental, de abordagem transversal, que buscou por meio das Declarações de Nascidos Vivos (DNV) de uma cidade do interior do Estado de São Paulo, levantar os dados que foram tabulados e comparados com a Classificação de Robson e, a partir desta comparação, discutidas as reais indicações para parto cirúrgico no município em questão. Serão apresentados os dados reais e a porcentagem entre partos vaginais e cirúrgicos da população selecionada, a partir das DNVs dos meses de janeiro a maio de 2019. E, em seguida, após comparação com a escala de Robson, realizada discussão das diferenças encontradas. O alto índice no grupo 5 reforça a percepção de que a primeira cesariana tende a levar a gestante a realizar cesarianas sucessivas, ainda que formalmente não seja esta a indicação. Outra reflexão que esse grupo sugere é a falta de programas efetivos de planejamento familiar no município e, consequentemente, a dificuldade ao acesso à contracepção, visto que este campo é exclusivamente por multíparas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos