COMUNICAÇÃO E ASSISTÊNCIA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM COM O PACIENTE TRAQUEOSTOMIZADO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA – UTI

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Lilian Francelina Gomes Licera
Gisele Acerra Biondo Pietrafesa
Eliana Anunciato Franco de Camargo

Resumo

A traqueostomia é um procedimento cirúrgico invasivo que impacta negativamente o paciente, tendo complicações diversas, tais como a perda da fala. O objetivo do estudo foi identificar e reconhecer as principais dúvidas e falhas no processo de comunicação da equipe de enfermagem com o paciente traqueostomizado. Esse estudo propõe ações e melhorias durante a comunicação, bem como a assistência do cuidado, visando um atendimento humanizado. Trata-se de um estudo quantiqualitativo, realizado no âmbito hospitalar numa Unidade de terapia Intensiva, no mês de setembro de 2019, com 09 profissionais da enfermagem, para avaliar conhecimentos quanto a comunicação com este tipo de paciente. Dos entrevistados, 05 afirmaram que, não tiveram a temática durante a formação, 08 apontaram que a comunicação insuficiente atrapalha durante o processo do cuidado. Cabe destacar também a necessidade que existe da aplicação de abordagens de estratégias de ensinos sobre a comunicação não verbal durante a graduação em enfermagem, para não haver falhas no processo do cuidado, quando profissionais. A comunicação sendo verbal ou não entre a equipe de enfermagem e os pacientes, é essencial para manter a qualidade do atendimento prestado.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos