PERCEPÇÃO DOS FAMILIARES DE PACIENTES ONCOLÓGICOS QUANTO A ASSISTÊNCIA PROFISSIONAL

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Aline Aparecida Felix Correia
Ivana Maria Passini Sodré Siviero
Eliana Anunciato Franco de Camargo
Marli Gabriel de Melo Almeida

Resumo

Adoecer de câncer impacta na estrutura familiar e pessoal do paciente interferindo na qualidade de vida de ambos. Mesmo assim, a inserção da família na assistência a pacientes com câncer é um desafio a ser vencido. Objetivou-se com essa pesquisa avaliar as percepções de familiares frente as ações desenvolvidas pela equipe multiprofissional no decorrer do tratamento do paciente oncológico. Trata-se de uma pesquisa de campo, do tipo qualitativa, que utilizou a entrevista semiestruturada gravada como instrumento de coleta, o estudo foi realizado com 10 familiares de pacientes em tratamento. O intuito dessa pesquisa foi detectar possíveis falhas na assistência aos familiares de pacientes oncológicos visando atuar na melhoria dessa assistência, garantindo resultados efetivos. Com as entrevistas foi possível elencar 3 categorias, a respeito de fatores facilitadores e dificultadores da assistência domiciliar ao paciente.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos